Fotografia | Grace love

Quarta-feira, 14 de setembro de 2016.

Compartilhando algumas imagens que fazem parte do meu Instagram essa semana. ^ ^

Grace on Flickr. Grace

Goodness ^_^ on Flickr. Goodness ^_^

Goodness ^_^ on Flickr. Goodness ^_^

Goodness ^_^ on Flickr. Goodness ^_^

Goodness ^_^ on Flickr. Goodness ^_^

 ❤

Anúncios

TAG TOP 7 – sete maneiras de encontrar Deus

Sexta-feira, 19 de agosto de 2016.

Essa semana entrei em meu e-mail e vi que fui tagueada pela Bia Perez, do blog O Terceiro Ato.

Obrigada Bia pela tag. Gostei bastante dela e confesso que não conhecia. Bem, olhando o post que a Bia fez eu vi que tenho que falar sobre sete coisas que gosto muito. Então, como cristã e apaixonada por meu Pai resolvi escrever sobre sete maneiras maravilhosas (top) de encontrar Deus. De entrar na presença do nosso Criador.

28310908983_7f60906764_o.jpg

Acredito que quem me acompanha por aqui já deve ter percebido a minha fé, por isso, ontem pensando sobre o que falaria na tag esse tema surgiu em meu coração. E eu acredito fielmente que é a voz de Deus me dizendo para escrever sobre isso. Ah… quem me segui no Insta Camporeja também pode notar que minhas fotos sempre contêm legendas com passagens da Sagrada Escritura. Hehe, pois bem, sem delongas vou escrever sobre as setes maneiras de ficar mais pertinho de Deus e Jesus.

♥♥♥

1 Oração

A primeira e mais importante forma de estar e manter uma intimidade com Deus é orando. Todos os dias. E pessoal, a oração, ou melhor, a conversa que nosso Pai nos pede é a mais simples possível. Entre em seu quarto ou no seu lugar favorito e converse com Ele. Chame por Ele. Entre em sua presença. Aos poucos isso se torna um hábito sadio em sua vida. Digo por experiência própria. Deus quer ouvir a sua voz. E a todo momento Ele nos espera.

2 Leitura da Sagrada Escritura

Sim, a Bíblia. É ali que nós encontramos os passos para seguir e  meditar. Foi com a leitura das Escrituras que encontrei meu caminho e hoje vivo assim, feliz ahahahahahahaha. Não que não tenham desafios e tropeços na vida, mas é nas Palavras de Deus que encontro suporte e resposta para caminhar.

3 Testemunhos

Algo que gosto de fazer é ouvir testemunhos. Conversar com outras pessoas. Ver como elas tiveram a experiência com Deus. Saber que pra elas também não é fácil. Que nossa vida aqui na Terra é uma vida de testes, mas que no fim tudo será bom se você for bom. Ah… aproveitando, quem quiser pode me contar o seu testemunho. Vou adorar ler! ♥

4 Música

Deus fala com a gente através de músicas. Então ela é sim uma foram top de chegar perto de Deus. E não digo apenas as músicas cristãs. Não, Deus não se limita em falar com a gente só por algo que diz a Seu respeito . Isso que me deixa mais alegre em Deus é ver que Ele vem e nos fala por meio de música, pessoas, textos e até sonhos. Lindo Pai! ♥

5 Procure por Ele

Vá atrás. Quando queremos algo temos que dar um passo por vez, não é?! Pois bem, com Deus também.Nós temos acesso livre a Ele. E sabe por quê? Porque Jesus veio para isso. Está nas Escrituras. Efésios 2.18 “Porque por ele ambos temos acesso ao Pai em um mesmo Espírito”. Vá com coração puro falar com Ele. Arrependido e com respeito. Sente-se e abra seu coração. Isso você pode fazer em sua casa, ou na sua igreja. Se não pertencem a uma comunidade procure por alguma também. O contato com outras pessoas é bom. Como citei acima o testemunho enriquece a nossa fé. Por exemplo, eu não tenho uma religião. Religião, como seu próprio nome diz, é pra religar algo. E eu nunca me desliguei de meu Pai. Fora os conflitos que essa separação religiosa causa. Brigas, por exemplo. Eu acredito em Deus e Jesus e sigo ELES. SOU CRISTÃ ♥.  E isso me basta. Porém, mesmo assim, visito algumas igrejas para conversar com as pessoas e trocar experiências às vezes. Tenta aí e me diz depois 😉

6 Um coração em paz

Meu Deus como é top (referência a tag hehe) estar em paz consigo mesmo. Todo dia ouço a Palavra de Deus através de um aplicativo. E isso me dá muita paz. Ouvir as Palavras de Deus me tocam de uma forma que quero sair por aí praticando o que Ele me pediu. Ou seja o bem, o amor, o respeito, a compaixão, a bondade… O Senhor sabe de tudo mesmo! 🙂 ♥ Por isso, tenho certeza que quem pratica isso não tem como ficar mais em paz e na presença de Deus. Ele ama todos nós, imagina a alegria Dele em ver nós trabalhando nesses pedidos?

7 Devocionais

Leia e leia muito sobre nosso Pai. Isso é uma das coisas que mais gosto de fazer. Além de rezar pra Deus ♥ Por meio das leituras, normalmente de livros e até alguns blogs de teologia onde posso conhecer mais de Deus e Jesus. Se bem, que a Sagrada Escritura é a porta principal, contudo, ali nas Escrituras alguns momentos podem te gerar dúvidas ou vontade de se aprofundar mais, então, nada melhor que ver ou ler devocionais. O Youtube está cheio. Peça a Deus para te mostrar alguém sábio para te tirar as dúvidas.

Abaixo, vou deixar alguns links bem legais. Bia adorei a tag e obrigada pela oportunidade de responder. ♥ E eu quero que se sintam a vontade para responder a tag. Quem é leitor do Camporeja pode responder a tag 🙂

Aplicativo para ouvir a Palavra de Deus. 

Sobre Deus. Entrevista com um professor, arqueólogo e teólogo.

Eu tenho esse livro e me faz bem. 

Deus nos abençoe e até próxima.

 

Salpicando amor

Quarta-feira, 11 de agosto de 2016.

No post de hoje quero deixar um pouquinho de amor em nossa vida, e também gratidão. É tão bom dizer obrigada, no final do dia. Pensei nessa importância hoje, e por isso, deixo aqui o meu obrigada. Obrigada Deus!

Deixo aqui também algumas frases que me fizeram refletir nessa semana. Algumas fotografias de minha autoria que fiz na semana passada, enquanto fotografava um ensaio de uma menininha muitoo lindaa. ♥

Espero que essas palavras falem no coração de vocês. Fiquem com Deus!

28177538853_b8a4f2acb8_o

🌾 ✨♡ “Acaso não sabem […] que vocês não são de si mesmos? […] Portanto, glorifiquem a Deus com o seu próprio corpo”. (1Co 6.19-20)
💐🙏💛

28177569283_99a5e02afe_o

“Derrame o seu coração como água na presença do SENHOR. Levante para ele as mãos em favor da vida de seus filhos”. (Lamentações 2.19)
🌸🌳✨

28174857734_6a2c989ac7_o

✨🌻 “Os céus declaram a glória de Deus; o firmamento proclama a obra das suas mãos” (Salmos 19.1). ✨🌿

28715475591_09162d77bd_o

“Deus habita a pequena semente e dá poder à pequena ação”. 💐♡ 😌💕🌿🍀

Um abraço e té breve.

 

♥ Meus Wallpaper’s ♥

Abaixo alguns wallpaper’s que estão em uma pastinha especial em meu Pint.

As imagens na pasta são, na maioria,  ilustrações. Uma mais linda que a outra e que deixa meu celular e desktop cada dia mais artístico hehehe. 🙂

Que tal um papel de parede destes enfeitando a parede do seu quarto? :) #gatos #cachorro #hora_das_compras:

Portrait - Hsiao Ron Cheng:

dearest deer:

Anatomical Heart Art:

Cor:

 :

Nuvens de galaxia:

Atenção: Todas as imagens foram reproduzidas do Pinterest. 

Fernando Sabino, um escritor mineiro

Sexta-feira, 08 de abril de 2016.

Hoje, no Camporeja, quero compartilhar com vocês um pouco sobre um dos meus escritores favoritos, Fernando Sabino.

Sabino tem desde livos com romances publicados até contos. O primeiro conto dele que tive oportunidade de ler foi O Homem nu, de 1960. O Homem nu virou um livro onde tem vários contos copilados. Este conto trata da vida de um homem, um drama que ele passa na verdade, devendo uma prestação de uma televisão. E por esse motivo ele tem a ideia dele e de sua esposa mentirem que não tem ninguém em casa. Para assim, quando o cobrador não o encontrá-lo.

Porém, ele não fazia isso por ser um vigarista, mas sim porque no dia não tinha esse dinheiro em mãos, então, achava melhor mentir não estar em casa. Com a ideia de ir tomar banho tirou sua roupa, contudo sua mulher entrou primeiro no banho. E ele teve que esperar. Por isso, foi preparar o café da manhã, colocou a água para esquentar e foi pegar o pão que o padeiro deixa todas as manhãs em sua porta. Todavia, ele não contava com uma corrente de ar que veio e fechou a porta de seu apartamento. E ficou no meio do corredor pelado. Cada passo era um medo diferente. Tentava se esconder, colocar a mão na frente de sua nudez…

No desenrolar da história, que só lendo o conto para entender, o homem nu  é visto por sua vizinha que grita muito ao vê-lo despido. A senhora achou que era o padeiro pelado. Com os gritos da senhora e de tanto ele bater na porta, Maria – sua esposa – abre , finalmente, a porta. Em disparada entra em casa. O homem nu se vestiu e sentou-se para se acalmar. Nem banhou tomou. Tempinho depois, batem na porta e ele levanta ver, pois acredita ser a polícia, mas não é a polícia, e sim o cobrador.

hehe esse conto é uma reflexão. Não adianta fugir dos problemas. Mais ou cedo ou mais tarde vai ter que enfrentar. Eu também interpreto esse conto, na hora que o homem fica nu, como o momento em que ele é ele. Está nu, limpo de qualquer esteriótipo. E também como sua verdade. Ali ele foi posto em uma situação de verdade. É muito interessante esse conto.O bem da verdade é que sou suspeita para falar de Sabino. Admiro muito sua forma de escrita e também seus temas.

Como disse no título, Sabino é de Minas Gerais. Aprendeu sozinho com a sua mãe as letras. Estudou gramática, direito e jornalismo – para minha felicidade. Muito contente por ter ele como colega de profissão hehe. Além do amor pela literatura.

Por hoje é isso, mas ao longo da semana quero falar mais sobre Sabino e compartilhar mais de seus escritos. 🙂 Abaixo deixo o conto na íntegra. Boa leitura.

O Homem nu – 1960

Ao acordar, disse para a mulher:

— Escuta, minha filha: hoje é dia de pagar a prestação da televisão, vem aí o sujeito com a conta, na certa. Mas acontece que ontem eu não trouxe dinheiro da cidade, estou a nenhum.

— Explique isso ao homem — ponderou a mulher.

— Não gosto dessas coisas. Dá um ar de vigarice, gosto de cumprir rigorosamente as minhas obrigações. Escuta: quando ele vier a gente fica quieto aqui dentro, não faz barulho, para ele pensar que não tem ninguém. Deixa ele bater até cansar — amanhã eu pago.

Pouco depois, tendo despido o pijama, dirigiu-se ao banheiro para tomar um banho, mas a mulher já se trancara lá dentro. Enquanto esperava, resolveu fazer um café. Pôs a água a ferver e abriu a porta de serviço para apanhar o pão. Como estivesse completamente nu, olhou com cautela para um lado e para outro antes de arriscar-se a dar dois passos até o embrulhinho deixado pelo padeiro sobre o mármore do parapeito. Ainda era muito cedo, não poderia aparecer ninguém. Mal seus dedos, porém, tocavam o pão, a porta atrás de si fechou-se com estrondo, impulsionada pelo vento.

Aterrorizado, precipitou-se até a campainha e, depois de tocá-la, ficou à espera, olhando ansiosamente ao redor. Ouviu lá dentro o ruído da água do chuveiro interromper-se de súbito, mas ninguém veio abrir. Na certa a mulher pensava que já era o sujeito da televisão. Bateu com o nó dos dedos:

— Maria! Abre aí, Maria. Sou eu — chamou, em voz baixa.

Quanto mais batia, mais silêncio fazia lá dentro.

Enquanto isso, ouvia lá embaixo a porta do elevador fechar-se, viu o ponteiro subir lentamente os andares… Desta vez, era o homem da televisão!

Não era. Refugiado no lanço da escada entre os andares, esperou que o elevador passasse, e voltou para a porta de seu apartamento, sempre a segurar nas mãos nervosas o embrulho de pão:

— Maria, por favor! Sou eu!

Desta vez não teve tempo de insistir: ouviu passos na escada, lentos, regulares, vindos lá de baixo… Tomado de pânico, olhou ao redor, fazendo uma pirueta, e assim despido, embrulho na mão, parecia executar um ballet grotesco e mal ensaiado. Os passos na escada se aproximavam, e ele sem onde se esconder. Correu para o elevador, apertou o botão. Foi o tempo de abrir a porta e entrar, e a empregada passava, vagarosa, encetando a subida de mais um lanço de escada. Ele respirou aliviado, enxugando o suor da testa com o embrulho do pão.

Mas eis que a porta interna do elevador se fecha e ele começa a descer.

— Ah, isso é que não! — fez o homem nu, sobressaltado.

E agora? Alguém lá embaixo abriria a porta do elevador e daria com ele ali, em pêlo, podia mesmo ser algum vizinho conhecido… Percebeu, desorientado, que estava sendo levado cada vez para mais longe de seu apartamento, começava a viver um verdadeiro pesadelo de Kafka, instaurava-se naquele momento o mais autêntico e desvairado Regime do Terror!

— Isso é que não — repetiu, furioso.

Agarrou-se à porta do elevador e abriu-a com força entre os andares, obrigando-o a parar. Respirou fundo, fechando os olhos, para ter a momentânea ilusão de que sonhava. Depois experimentou apertar o botão do seu andar. Lá embaixo continuavam a chamar o elevador. Antes de mais nada: “Emergência: parar”. Muito bem. E agora? Iria subir ou descer? Com cautela desligou a parada de emergência, largou a porta, enquanto insistia em fazer o elevador subir. O elevador subiu.

— Maria! Abre esta porta! — gritava, desta vez esmurrando a porta, já sem nenhuma cautela. Ouviu que outra porta se abria atrás de si.

Voltou-se, acuado, apoiando o traseiro no batente e tentando inutilmente cobrir-se com o embrulho de pão. Era a velha do apartamento vizinho:

— Bom dia, minha senhora — disse ele, confuso. — Imagine que eu…

A velha, estarrecida, atirou os braços para cima, soltou um grito:

— Valha-me Deus! O padeiro está nu!

E correu ao telefone para chamar a radiopatrulha:

— Tem um homem pelado aqui na porta!

Outros vizinhos, ouvindo a gritaria, vieram ver o que se passava:

— É um tarado!

— Olha, que horror!

— Não olha não! Já pra dentro, minha filha!

Maria, a esposa do infeliz, abriu finalmente a porta para ver o que era. Ele entrou como um foguete e vestiu-se precipitadamente, sem nem se lembrar do banho. Poucos minutos depois, restabelecida a calma lá fora, bateram na porta.

— Deve ser a polícia — disse ele, ainda ofegante, indo abrir.

Não era: era o cobrador da televisão.

Um sábado inteiro de música

Sábado, 02 de abril de 2016

Sábado a tarde pede música. Nossa, agora escrevendo esse post que percebi que passei meu sábado todo ouvindo música 😀 Minhas playlists no Spotify só crescem. Música faz bem, então não tem tanto problema passar seu sábado conectado no app. Entretanto não fiz só isso. Tenho o costume de fazer tudo ouvindo música. Tomar banho, lavar louça, estudar e… Sim, eu consigo estudar e ouvir música.

Abaixo separei algumas que ouvi hoje. Em breve quero me dedicar mais para escrever sobre seus cantores e compositores. Na medida do possível quero compartilhar e salvar. 😉

Vem ouvir… se caso você tem perfil no Spotify pode me seguir, claro, se quiser hehe 😀 Ah… meu gosto musical é muito vasto. Não tenho um estilo que sigo mais e tal. Ouço o que me alegra.

 

 

Sou das antigas também!!! ❤

Até a próxima!

Compilando poesias

Segunda-feira, 07 de março de 2016

Não reclame da segunda, ela é um novo dia que Deus te oferece. Uma nova oportunidade de acertar. Lute contra suas reclamações, levante-se, tome banho e vá trabalhar.

balao

 

“A poesia plantou flores em meus vasos sanguíneos.”

— Alexandre Guimarães

 

“Eu vejo flores, por onde ando é florido.
Florescer, a minha alma.
Nos cantos do meu ser, eu me fiz de flor”.

– Floricitar.

 

“Coloque amor, por onde Flor…
Pois quando Tu Flores,
Nós Flores(Seremos).
Juntos na poesia Floreada da Fé com Amo”.

– D’arc Girl

 

O maior problema da humanidade tem sido a ausência de sentimentos bons nas pessoas.

— Marcos Vinicius

 

“Só não esqueça que no peito que bate também nasce flor.”

— T. Angeli

 

Que mundo é esse em que vivemos… onde é mais fácil quebrar o núcleo de um átomo do que um preconceito.

— Albert Einstein

Para você pensar sozinha

Domingo, 06 de março de 2016

Ficar sozinho pode parecer assustador para alguns, mas não é não.

“Ser sozinha é diferente de estar sozinha”. Ninguém está sozinho, você tem alguém, pode ser de sua família ou um amigo, namorado (a). Agora estar sozinha é outra coisa. Ficar sozinha é morar com você mesma, ou até mesmo, morando com seus pais querer um momento para você.

É natural em mim isso. Vivo com meus pais e irmãos – e amo muito! – , porém, às vezes, gosto de ficar no meu canto a pensar, ler ou simplesmente ouvir a minha alma. Vivendo a paz comigo mesma.

Isso todo mundo deveria fazer, faz tão bem pra alma e corpo. Em nossa rotina, muitas vezes, barulhenta e cheia de pessoas, você acaba deixando seu eu de lado. Ou nem tempo dá. Se quiser tem como.

Hoje tive contato com ilustrações fantástica de Idalia Candelas – do México. E em sua arte é disso que ela trata. Como a solidão faz bem. Desde simples momentos, como você deitada em uma cama só sua, até o momento do café.

Abaixo, separei algumas para ilustrar o post. Se divirtam e fiquem mais sozinhos, nem que seja 10 minutinhos. E com o celular em off, tá?!

Uma cama grande só sua. Ah… 🙂

Ficar de pijama ou roupa íntima pela casa.

Deitar e pensar, após um longo dia de trabalho.

Um chá e o sossego para ler um livro.

Tomar banho de porta aberta é muito bom 🙂