TAG TOP 7 – sete maneiras de encontrar Deus

Sexta-feira, 19 de agosto de 2016.

Essa semana entrei em meu e-mail e vi que fui tagueada pela Bia Perez, do blog O Terceiro Ato.

Obrigada Bia pela tag. Gostei bastante dela e confesso que não conhecia. Bem, olhando o post que a Bia fez eu vi que tenho que falar sobre sete coisas que gosto muito. Então, como cristã e apaixonada por meu Pai resolvi escrever sobre sete maneiras maravilhosas (top) de encontrar Deus. De entrar na presença do nosso Criador.

28310908983_7f60906764_o.jpg

Acredito que quem me acompanha por aqui já deve ter percebido a minha fé, por isso, ontem pensando sobre o que falaria na tag esse tema surgiu em meu coração. E eu acredito fielmente que é a voz de Deus me dizendo para escrever sobre isso. Ah… quem me segui no Insta Camporeja também pode notar que minhas fotos sempre contêm legendas com passagens da Sagrada Escritura. Hehe, pois bem, sem delongas vou escrever sobre as setes maneiras de ficar mais pertinho de Deus e Jesus.

♥♥♥

1 Oração

A primeira e mais importante forma de estar e manter uma intimidade com Deus é orando. Todos os dias. E pessoal, a oração, ou melhor, a conversa que nosso Pai nos pede é a mais simples possível. Entre em seu quarto ou no seu lugar favorito e converse com Ele. Chame por Ele. Entre em sua presença. Aos poucos isso se torna um hábito sadio em sua vida. Digo por experiência própria. Deus quer ouvir a sua voz. E a todo momento Ele nos espera.

2 Leitura da Sagrada Escritura

Sim, a Bíblia. É ali que nós encontramos os passos para seguir e  meditar. Foi com a leitura das Escrituras que encontrei meu caminho e hoje vivo assim, feliz ahahahahahahaha. Não que não tenham desafios e tropeços na vida, mas é nas Palavras de Deus que encontro suporte e resposta para caminhar.

3 Testemunhos

Algo que gosto de fazer é ouvir testemunhos. Conversar com outras pessoas. Ver como elas tiveram a experiência com Deus. Saber que pra elas também não é fácil. Que nossa vida aqui na Terra é uma vida de testes, mas que no fim tudo será bom se você for bom. Ah… aproveitando, quem quiser pode me contar o seu testemunho. Vou adorar ler! ♥

4 Música

Deus fala com a gente através de músicas. Então ela é sim uma foram top de chegar perto de Deus. E não digo apenas as músicas cristãs. Não, Deus não se limita em falar com a gente só por algo que diz a Seu respeito . Isso que me deixa mais alegre em Deus é ver que Ele vem e nos fala por meio de música, pessoas, textos e até sonhos. Lindo Pai! ♥

5 Procure por Ele

Vá atrás. Quando queremos algo temos que dar um passo por vez, não é?! Pois bem, com Deus também.Nós temos acesso livre a Ele. E sabe por quê? Porque Jesus veio para isso. Está nas Escrituras. Efésios 2.18 “Porque por ele ambos temos acesso ao Pai em um mesmo Espírito”. Vá com coração puro falar com Ele. Arrependido e com respeito. Sente-se e abra seu coração. Isso você pode fazer em sua casa, ou na sua igreja. Se não pertencem a uma comunidade procure por alguma também. O contato com outras pessoas é bom. Como citei acima o testemunho enriquece a nossa fé. Por exemplo, eu não tenho uma religião. Religião, como seu próprio nome diz, é pra religar algo. E eu nunca me desliguei de meu Pai. Fora os conflitos que essa separação religiosa causa. Brigas, por exemplo. Eu acredito em Deus e Jesus e sigo ELES. SOU CRISTÃ ♥.  E isso me basta. Porém, mesmo assim, visito algumas igrejas para conversar com as pessoas e trocar experiências às vezes. Tenta aí e me diz depois 😉

6 Um coração em paz

Meu Deus como é top (referência a tag hehe) estar em paz consigo mesmo. Todo dia ouço a Palavra de Deus através de um aplicativo. E isso me dá muita paz. Ouvir as Palavras de Deus me tocam de uma forma que quero sair por aí praticando o que Ele me pediu. Ou seja o bem, o amor, o respeito, a compaixão, a bondade… O Senhor sabe de tudo mesmo! 🙂 ♥ Por isso, tenho certeza que quem pratica isso não tem como ficar mais em paz e na presença de Deus. Ele ama todos nós, imagina a alegria Dele em ver nós trabalhando nesses pedidos?

7 Devocionais

Leia e leia muito sobre nosso Pai. Isso é uma das coisas que mais gosto de fazer. Além de rezar pra Deus ♥ Por meio das leituras, normalmente de livros e até alguns blogs de teologia onde posso conhecer mais de Deus e Jesus. Se bem, que a Sagrada Escritura é a porta principal, contudo, ali nas Escrituras alguns momentos podem te gerar dúvidas ou vontade de se aprofundar mais, então, nada melhor que ver ou ler devocionais. O Youtube está cheio. Peça a Deus para te mostrar alguém sábio para te tirar as dúvidas.

Abaixo, vou deixar alguns links bem legais. Bia adorei a tag e obrigada pela oportunidade de responder. ♥ E eu quero que se sintam a vontade para responder a tag. Quem é leitor do Camporeja pode responder a tag 🙂

Aplicativo para ouvir a Palavra de Deus. 

Sobre Deus. Entrevista com um professor, arqueólogo e teólogo.

Eu tenho esse livro e me faz bem. 

Deus nos abençoe e até próxima.

 

Sem ética o mundo não anda

Terça-feira, 26 de julho de 2016.

No post de hoje quero falar de uma entrevista que li do Dalai Lama. Confesso que não tinha lido nada sobre ele, e que, depois dessa entrevista vou acompanhar mais as sábias palavras deste homem. A entrevista que li em forma de livro foi concedida para o jornalista alemão Franz Alt, em 2015. E se chama  O Apelo de Dalai Lama ao Mundo: A Ética é mais importante que a Religião.

Screenshot_2016-07-21-15-38-08

Foto da capa do ebook

O livro me chamou a atenção por ter a ver com jornalismo – por causa da entrevista, e confesso que o tema ética e religião chamou minha atenção para baixar ele e lê-lo no Kindle. A entrevista foi transformada em livro, como cita Dalai Lama, para chegar em mais pessoas. O livro com o conteúdo tem 37 páginas, para um livro o número de páginas é pequeno, mas levando em consideração que é uma entrevista transcrita ali, é grande. Uma entrevista com 37 páginas tem muito que falar – convenhamos. Uma verdadeira aula de ética.

No prefácio, o jornalista Franz Alt conta que já encontrou e conversou com Dalai Lama mais de 30 vezes e que já o entrevistou mais de 15 vezes. Ou seja ele conhece muito bem o seu entrevistado.

Uma das partes da entrevista que mais me chamou atenção foi quando Dalai Lama disse isso: “A ética é mais importante que a religião. Quando nascemos não pertencemos a uma religião específica. Mas a ética é inata em nós”. Ou seja, a cultura nossa nos empoe uma religião, seja qual for, agora a ética nasce em nós. Nosso caráter é formado a partir dos valores que carregamos. Um apaixonado pelos valores internos, Dalai Lama salienta na conversa a importância dos valores internos, o que ele considera parte fundamental da ética de nós seres humanos. Ética com plena consciência de nossos atos e como eles podem transformar o mundo em nossa volta.

“Evitar o sofrimento humano”, “todos devemos ser felizes” são alguns dos pontos em destaque no livro. Todavia, como evitar esse sofrimento? Segundo o próprio Dalai Lama é exercer a bondade e a compaixão – dois valores chaves da ética secular, que Dalai diz ser a nova forma de transformar este século em uma época de paz.

Todos somos iguais. Sim, somos. Todos buscamos a mesma coisa no final. A felicidade. Por isso, na entrevista Dalai expõe que devemos nos unir em busca deste bem. Que como habitamos o mesmo planeta, ou seja, a mesma casa devemos nos tratar como irmão e não como nada, ou pior, inimigos. Ele até trata essa busca como uma evolução que nós precisamos urgentemente para salvar nossa raça e nosso planeta.

E a religião que está tão inserida em nossa vida está prejudicando algumas pessoas. Dalai Lama em nenhum momento crítica religiões, pelo contrário, as respeita muito. Mas ele diz que algumas pessoas em nome da religião estão justificando crimes e atrocidades. Que é o que vemos na Síria, Israel, Iraque… enfim, as guerras civis que estamos presenciando neste século. Este horror que está destruindo tantas vidas e que não podemos achar normal ou esquecer depois que lemos o fato. Ele alerta para a importância da consciência para se viver uma boa e saudável religião. Pois os fanatismo religiosos misturados com o nacionalismo exacerbado gera o que estamos vendo nos noticiários – apenas dor, e pior, em muitas crianças.

Me pergunto onde está a bondade, o carinho e a sensibilidade de pessoas assim? Por isso, o cuidado que devemos ter conosco é essencial. E isso Dalai também relata na entrevista. Devemos nos cuidar, principalmente, de nossa mente. Para vivermos bem, e consequentemente, fazermos o bem ao próximo. Porque precisamos um dos outros para sobrevivermos. Eu preciso de você e você de mim. A vida é um circulo. Ela vai e volta. Começarmos agir com compaixão, bondade e respeito pelas pessoas que estão em nosso alcance, claro já é cuidar do planeta, pois eu acredito que sentimentos e atitudes boas vão se espalhando.

Temos que ter como base a vida social humana bem desenvolvida. Enraizar isso em nossa cultura. Mas como começar? Dalai Lama cita a educação, claro a famosa educação. Sem ela não somos nada. Educação é tão vital quanto a água. Temos que ensinar e espalhar, e mais ainda agora, com a internet que “a humanidade é uma só família”.

Ter paciência para perceber que cada um tem uma história e que deve ser respeitada. Ouvir mais, pensar e pensar antes de falar e agir na raiva é uma mudança primordial. E um bem, pode apostar para cada um que exercer isso. Raiva e ódio matam aos poucos. Pra que nutrir venenos desses em nós? Dalai Lama tem um discurso muito bonito em relação aos sentimentos humanos. Ele que diz que não devemos nutrir o lado negativo das diferenças em nós, mas sim, o lado positivo. Pois como fala na entrevista nascemos e vamos morrer da mesma forma. Todos teremos um mesmo final. Então por que tratar com diferença quem é de outro país, outra raça e assim por diante?

Por fim, um mundo sem distinções e uma tarefa para cada um de nós – exercitar a paz interior, o diálogo antes da ofensa, a eliminação do preconceito. Pois, vai me dizer que você não quer ser feliz com quem ama? Eu quero. Então vamos nos respeitar.

Abaixo vou deixar o link para quem quiser baixar o livro. Se caso não tiver Kindle, dá para baixar o aplicativo do Kindle para celular. E ler a vontade, pois o livro é de graça.

Ebook aqui!

Aplicativo aqui!

#paz

 

Segunda chance para o amor – filme

Sexta-feira, 22 de abril de 2016.

Adoro filmes que abordam a arte da tentativa, reconquista, segunda chance. Pois a vida funciona assim, não é mesmo?! Quem já não teve que dar uma chance? E não digo isso apenas para o campo romântico. Mas sim, nas outras esferas que englobam nossas vidas. Amizade, trabalho, família e a nós mesmos.

É tentar viver bem a partir de um erro e/ou decepção. Todos os dias temos uma segunda chance, gosto de pensar assim. Quando amanhece, quando nos chega o novo dia é uma nova oportunidade de fazer diferente. De melhorar a nossa pessoa, nossas atividades e também nossos dons.

No filme, dirigido e estrelado, por Edward Burns nós vemos isso. Com o título Purple Violets –  Segunda Chance para o Amor (Brasil), o filme conta a importância e a necessidade de nos perdoarmos e dar mais uma chance para acertar. No enredo nós temos dois casais que por erros passados estão separados, e vivendo assim, vidas infelizes. Todavia, temos carreiras que também não deram certas ou quase. Uma escritora que abandona seu amor pela literatura por tudo de errado que ela deixou acontecer. Também tem um escritor que não tem coragem de expor seus sentimentos. E fica apenas escrevendo o que outros querem. E assim, consequentemente, não se realiza.

Um advogado, ex-dependente alcoólico, que se deu uma nova chance. Vencendo a dependência da bebida. Toda essa reviravolta faz acordar nele a vontade de rever e tentar novamente um amor do passado. Um amor que não terminou de uma forma legal. Sentimento que viveu com a professora  Kate. Ela também não o perdoou e durante o filme podemos ver o ressentimento e a dor de uma suposta traição. Basicamente, é isso. Nós vamos ver  como o amor e o diálogo podem ajudar na reparação das vidas.

Eu, particularmente, gostei do filme. Dou cinco estrelinhas para ele. Tem bom roteiro, fala de algo essencial, bons atores. Fotografia linda. Pode parecer mais um filme simples de romance com um pouco de drama. Contudo, é uma boa obra para a reflexão humana. A trilha sonora  achei fraca, bonita, mas poderia ser bem mais explorada. Não vou comentar mais, pois seria spoiler. Vale assistir!

Imagem: Divulgação.

Um sábado inteiro de música

Sábado, 02 de abril de 2016

Sábado a tarde pede música. Nossa, agora escrevendo esse post que percebi que passei meu sábado todo ouvindo música 😀 Minhas playlists no Spotify só crescem. Música faz bem, então não tem tanto problema passar seu sábado conectado no app. Entretanto não fiz só isso. Tenho o costume de fazer tudo ouvindo música. Tomar banho, lavar louça, estudar e… Sim, eu consigo estudar e ouvir música.

Abaixo separei algumas que ouvi hoje. Em breve quero me dedicar mais para escrever sobre seus cantores e compositores. Na medida do possível quero compartilhar e salvar. 😉

Vem ouvir… se caso você tem perfil no Spotify pode me seguir, claro, se quiser hehe 😀 Ah… meu gosto musical é muito vasto. Não tenho um estilo que sigo mais e tal. Ouço o que me alegra.

 

 

Sou das antigas também!!! ❤

Até a próxima!

Fotojornalismo de Agnes Montanari

Segunda-feira, 14 de março de 2016

Gostando de fotografia e estudando jornalismo não tem como não falar de fotojornalismo. Confesso que só fui conhecê-lo quando entrei na faculdade, porque até então, só tinha em mente que qualquer fotografia era fotografia. Não sabia de suas diferenças. Falta de estudo mesmo, e até interesse. É incrível, quando entrei na faculdade, a vontade de saber de “tudo” se aflorou em mim (rs). Feliz por isso 😀

Estudando sobre fotojornalismo (brevemente na facul) tive contato com uma profissional incrível. Que com certeza todo fotojornalista já deve ter ouvido falar, Agnes Montanari. Com fotografias maravilhosas, os fatos retratados ali possuem uma abordagem jornalística instigante.

Pois é isso que diferencia a fotografia “normal” do fotojornalismo. A mensagem dos fatos que a fotografia carrega em si. O que é de interesse público, o que precisa ser noticiado. Similar ao conceito de jornalismo. E isso, a Agnes, sabe fazer muito bem. Como Agnes é francesa não tem muita coisa sobre ela em português, pelo menos eu não encontrei :/ O que acho uma pena. Nem na faculdade minha encontrei :/ No site dela também não tem muitas informações. No about (sobre) tem uma impressão dela sobre a arte de fotografar e seus projetos. Mas nada mais.

Aqui no Brasil, a editora Nemo, publicou o livro O mundo de Aisha – A Revolução Silenciosa das Mulheres no Iêmen, de Ugo Bertotti (um livro que já está em minha lista de leituras<3). E nesse livro, tem as fotografias da Agnes. Pelas resenhas que acompanhei do livro ele parece ser interessantíssimo. Abaixo, separei algumas fotografias de Agnes – retiradas de seu site .

agnes3agnes2agnes

agnesmontanari3agnesmontanari2agnesmontanari1

Compilando poesias

Segunda-feira, 07 de março de 2016

Não reclame da segunda, ela é um novo dia que Deus te oferece. Uma nova oportunidade de acertar. Lute contra suas reclamações, levante-se, tome banho e vá trabalhar.

balao

 

“A poesia plantou flores em meus vasos sanguíneos.”

— Alexandre Guimarães

 

“Eu vejo flores, por onde ando é florido.
Florescer, a minha alma.
Nos cantos do meu ser, eu me fiz de flor”.

– Floricitar.

 

“Coloque amor, por onde Flor…
Pois quando Tu Flores,
Nós Flores(Seremos).
Juntos na poesia Floreada da Fé com Amo”.

– D’arc Girl

 

O maior problema da humanidade tem sido a ausência de sentimentos bons nas pessoas.

— Marcos Vinicius

 

“Só não esqueça que no peito que bate também nasce flor.”

— T. Angeli

 

Que mundo é esse em que vivemos… onde é mais fácil quebrar o núcleo de um átomo do que um preconceito.

— Albert Einstein

Para você pensar sozinha

Domingo, 06 de março de 2016

Ficar sozinho pode parecer assustador para alguns, mas não é não.

“Ser sozinha é diferente de estar sozinha”. Ninguém está sozinho, você tem alguém, pode ser de sua família ou um amigo, namorado (a). Agora estar sozinha é outra coisa. Ficar sozinha é morar com você mesma, ou até mesmo, morando com seus pais querer um momento para você.

É natural em mim isso. Vivo com meus pais e irmãos – e amo muito! – , porém, às vezes, gosto de ficar no meu canto a pensar, ler ou simplesmente ouvir a minha alma. Vivendo a paz comigo mesma.

Isso todo mundo deveria fazer, faz tão bem pra alma e corpo. Em nossa rotina, muitas vezes, barulhenta e cheia de pessoas, você acaba deixando seu eu de lado. Ou nem tempo dá. Se quiser tem como.

Hoje tive contato com ilustrações fantástica de Idalia Candelas – do México. E em sua arte é disso que ela trata. Como a solidão faz bem. Desde simples momentos, como você deitada em uma cama só sua, até o momento do café.

Abaixo, separei algumas para ilustrar o post. Se divirtam e fiquem mais sozinhos, nem que seja 10 minutinhos. E com o celular em off, tá?!

Uma cama grande só sua. Ah… 🙂

Ficar de pijama ou roupa íntima pela casa.

Deitar e pensar, após um longo dia de trabalho.

Um chá e o sossego para ler um livro.

Tomar banho de porta aberta é muito bom 🙂

As marcas pela vida

Sábado, 13 de fevereiro de 2016

Quais são as marcas que você tem deixado na vida das pessoas? Será que são marcas ou apenas cicatrizes?

Diariamente somos obrigados pela vida, pelo trabalho, faculdade e… a conviver e ouvir coisas que nem sempre queremos escutar ou partilhar, simplesmente porque não quero. Isso já deveria bastar, mas não é bem assim. Tem pessoas que acham que podem chegar em você e jogar seus lixos e desafetos e pronto.

Mas eu agradeço a Deus por saber lidar com isso. Aprendi com tempo e com muita reza. Hoje no Facebook, a page Meninas de Fé postaram um poema da grande Cecília Meireles que fala sobre isso. Veio a calhar direitinho com o que estava refletindo. Normalmente, quando passo por algum momento assim, busco a Deus em oração, para assim, refletir e conviver.

Veja o que Cecília – tão sabiamente diz: “Há pessoas que nos falam e nem as escutamos, há pessoas que nos ferem e nem cicatrizes deixam, mas há pessoas que simplesmente aparecem em nossas vidas e nos marcam para sempre”.

Esse marcar – eu digo aqui positivamente – busque ficar pertinho de pessoas que te façam encontrar a Deus. Sabe aquelas pessoas que nem falam em Deus mas te fazem bem? Pois bem, é que elas tem Ele no seu coração. Essas sim me marcam. Agora, não maltrate ou ignore quem te faz mal ou não te faz encontrar Deus, mas respeite e imponha limites na relação. Relação que pode ser no trabalho, faculdade, na vida – meus amigos.

Porque quem é Cristão e segue os passos desse Deus lindo, respeite e acolhe. Saiba ouvir todas as reclamações dessa pessoa. Com paz no coração entregue cada palavra para Deus. Nem sempre sabemos explicar ou dar uma resposta, então, deixe isso para quem tem o poder, Deus. ❤

Isso vale também para o relacionamento digital. Se você tem um colega que vive se libertando nas redes sociais não vá lá e cutuque a ferida. Se te incomoda coloque nas Mãos de Deus e aperto o botão para deixar de seguir – assim, pelo menos, você não recebe as atualizações do tal colega. 🙂

Eu não sei você que me lê, todavia o que quero deixar de marca nessa minha vida, no meu trabalho… são marcas de compreensão, respeito, compaixão, amor e bondade.

Para finalizar essa reflexão não deixe que ninguém te desonre! E do fundo do meu coração, espero e sei que um dia todos poderão sentir o amor e felicidade que encontrei em Jesus.

.

 

Tudo dá certo com Deus

Terça-feira, 09 de fevereiro de 2016

Quero compartilhar uma bela mensagem do Pe. Vagner Baia.

 

“Tudo vai dar certo…

Os bons dias lhe dão felicidade.

Os dias difíceis lhe dão experiência. Ambos são essenciais para vida.

A felicidade te faz doce, os problemas te mantém forte, a dor te mantém humano, as quedas te mantém humilde, o êxito te mantém brilhante.

Mas só Deus te mantém de pé.

Só porque você está sofrendo não quer dizer que Deus te esqueceu, que vai dar tudo errado, que ninguém te ama e que está só.

Aquele que criou o mundo está ao seu lado e nunca te deixou.
Creia somente. Confie, persevere, siga em frente, não desista…
Entenda que enquanto Deus está em silêncio, Ele também esta trabalhando, para que na hora certa te dê o necessário”.

Imagens: Tumblr

Para amar e pensar

floralls:

(via December | Flickr - Photo Sharing!)

“E quando estamos juntinhos de Deus as coisas se tornam leves. Mesmo quando a vida tenta instaurar o caos, com Deus, tudo se torna paz!”

[ Carol – Chance com Deus ]

vintage-cf:

vintage blog

“No meio da tempestade, sorria. Observe Ele acalmar as ondas do mar agitado. Por você.”

[ Laureane Antunes ]

“Em Sua Palavra eu fiz morada
Achei descanso na jornada”.

[Os Arrais]

Imagens: Tumblr