Pela Web | www |

Terça-feira, 05 de julho de 2016.

Alguns sites/ links que visitei essa semana de julho. Pra começar ouvi uma seleção de músicas da homenageada na página do Google, Carmem Costa, confesso que nem sabia quem era. Porém, quando ouvi suas primeiras notas musicais me encantei. Uma bela cantora e compositora brasileira que passarei escutá-la.

Música Quase – Carmem Costa

Já se imaginou morando em uma casa móvel? Eu não! Contudo, depois que vi essa fiquei com vontade hehe.

Fotografias da casa móvel

Ah… Londres. Reino Unido me encanta. O lugar que quero visitar e  muito ainda. Enquanto não posso ir até lá me contento com belas imagens desse peculiar lugar na Europa. Um link para imagens dos jardins secretos de Londres. Só para constar… são lindos!

Ah… Londres ♥

Na faculdade de Jornalismo temos a matéria de cinema, e nesta semana, pude ver alguns vídeos que no YouTube estão tendo deslikes. Isso mesmo! Hehe. Confesso que fiquei curiosa e fui conferir, claro!

Disliked

Por último, mas não menos relevante. O que você sonhava na infância. Eu muitas coisas, e ainda, sonho com algumas. Então tem uma pequena matéria com alguns relatos. É legal, vale ler!

Sonhar, é bom!

 

♥ Meus Wallpaper’s ♥

Abaixo alguns wallpaper’s que estão em uma pastinha especial em meu Pint.

As imagens na pasta são, na maioria,  ilustrações. Uma mais linda que a outra e que deixa meu celular e desktop cada dia mais artístico hehehe. 🙂

Que tal um papel de parede destes enfeitando a parede do seu quarto? :) #gatos #cachorro #hora_das_compras:

Portrait - Hsiao Ron Cheng:

dearest deer:

Anatomical Heart Art:

Cor:

 :

Nuvens de galaxia:

Atenção: Todas as imagens foram reproduzidas do Pinterest. 

Segunda chance para o amor – filme

Sexta-feira, 22 de abril de 2016.

Adoro filmes que abordam a arte da tentativa, reconquista, segunda chance. Pois a vida funciona assim, não é mesmo?! Quem já não teve que dar uma chance? E não digo isso apenas para o campo romântico. Mas sim, nas outras esferas que englobam nossas vidas. Amizade, trabalho, família e a nós mesmos.

É tentar viver bem a partir de um erro e/ou decepção. Todos os dias temos uma segunda chance, gosto de pensar assim. Quando amanhece, quando nos chega o novo dia é uma nova oportunidade de fazer diferente. De melhorar a nossa pessoa, nossas atividades e também nossos dons.

No filme, dirigido e estrelado, por Edward Burns nós vemos isso. Com o título Purple Violets –  Segunda Chance para o Amor (Brasil), o filme conta a importância e a necessidade de nos perdoarmos e dar mais uma chance para acertar. No enredo nós temos dois casais que por erros passados estão separados, e vivendo assim, vidas infelizes. Todavia, temos carreiras que também não deram certas ou quase. Uma escritora que abandona seu amor pela literatura por tudo de errado que ela deixou acontecer. Também tem um escritor que não tem coragem de expor seus sentimentos. E fica apenas escrevendo o que outros querem. E assim, consequentemente, não se realiza.

Um advogado, ex-dependente alcoólico, que se deu uma nova chance. Vencendo a dependência da bebida. Toda essa reviravolta faz acordar nele a vontade de rever e tentar novamente um amor do passado. Um amor que não terminou de uma forma legal. Sentimento que viveu com a professora  Kate. Ela também não o perdoou e durante o filme podemos ver o ressentimento e a dor de uma suposta traição. Basicamente, é isso. Nós vamos ver  como o amor e o diálogo podem ajudar na reparação das vidas.

Eu, particularmente, gostei do filme. Dou cinco estrelinhas para ele. Tem bom roteiro, fala de algo essencial, bons atores. Fotografia linda. Pode parecer mais um filme simples de romance com um pouco de drama. Contudo, é uma boa obra para a reflexão humana. A trilha sonora  achei fraca, bonita, mas poderia ser bem mais explorada. Não vou comentar mais, pois seria spoiler. Vale assistir!

Imagem: Divulgação.

Até onde as redes sociais interferem na sua vida?

Quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Até onde as redes sociais interferem na sua vida?Às vezes perdemos tempo demais checando ou atualizando nossos “perfis” no mundo online. Esse que não tem lugar fixo, um endereço, apenas existe, está aí por aí. Não tenho pretensão em falar mal de algo que uso e aprovo, mas saber usar é outra coisa. Fazer uso, quando necessário, sim, contudo utilizar dela para viver, andar torto, ser atropelado ou atropelar alguém em decorrência do uso nada saudável é outra história. E convenhamos, não é uma rede social ou uma curtida que vai dizer quem você é ou deve ser. Trabalhar e cuidar da família e de si é em primeiro, depois, olhar umas fotografias no Instagram ou assistir um show no Youtube não tem problema. O problema mora quando nos distanciamos de quem verdadeiramente está ao nosso lado. Que você pode ver e conversar olhando nos olhos - não tem algo melhor! E como citei acima, a saúde está em perigo, por diversos motivos. Até mesmo o psicológico está sendo atingido, ou melhor, bombardeado com tantas notificações. Que por vezes nem nos interessam tanto. “Acabar com as redes sociais!” Foi um comentário de um colega meu. Erro! Então é assim, quando nos deparamos com algum problema vamos lá e acabamos com ele? Vamos excluir nossas contas e ficarmos off? Não! É só aprender a ter um pouco de noção do que mais vale para você. Ter na mente a importância do real. E de aproveitar a viajem ou o almoço em família, em vez de postar tudinho no Snapchat. Falando por mim, amante da fotografia e da arte eu utilizo todos os dias a minha conta no Instagram, principalmente, para divulgar meu trabalho. Todavia, confesso que no início foi complicado. Queria acompanhar todas as fotografias. Sigo muita gente, na maioria, fotógrafos. Gosto de acompanhar a arte e de ver o que vem de novidade. Porém, parei para pensar quando notei que ficava mais de uma hora vendo fotografias. Claro, como trabalho com isso acabo vendo mais fotografias no dia a dia. Contudo, quando estava em casa era só para minha casa que eu me dedicaria. Minha família em primeiro lugar. E com esse pensamento hoje me sinto livre de ficar no Insta. Também não uso apps de música dentro do ônibus, trânsito e andando pelas ruas. Gosto de estar atenta a tudo que me rodeia. Até mesmo os livros eu deixo na bolsa quando me desloco de um lugar para o outro. Apps e web são essenciais e imprescindíveis. Entretanto, você vale muito mais que os bilhões que o Facebook arrecada. Você e sua vida em primeiro lugar. Depois vem o trabalho, e por fim, as redes sociais. 

Arte por: Pedro Tarlley

Às vezes perdemos tempo demais checando ou atualizando nossos “perfis” no mundo online. Esse que não tem lugar fixo, um endereço, apenas existe, está aí por aí. Não tenho pretensão em falar mal de algo que uso e aprovo, mas saber usar é outra coisa. Fazer uso, quando necessário, sim, contudo utilizar dela para viver, andar torto, ser atropelado ou atropelar alguém em decorrência do uso nada saudável é outra história.

E convenhamos, não é uma rede social ou uma curtida que vai dizer quem você é ou deve ser. Trabalhar e cuidar da família e de si é em primeiro, depois, olhar umas fotografias no Instagram ou assistir um show no Youtube não tem problema. O problema mora quando nos distanciamos de quem verdadeiramente está ao nosso lado. Que você pode ver e conversar olhando nos olhos – não tem algo melhor! E como citei acima, a saúde está em perigo, por diversos motivos. Até mesmo o psicológico está sendo atingido, ou melhor, bombardeado com tantas notificações. Que por vezes nem nos interessam tanto.

“Acabar com as redes sociais!” Foi um comentário de um colega meu. Erro! Então é assim, quando nos deparamos com algum problema vamos lá e acabamos com ele? Vamos excluir nossas contas e ficarmos off? Não! É só aprender a ter um pouco de noção do que mais vale para você. Ter na mente a importância do real. E de aproveitar a viajem ou o almoço em família, em vez de postar tudinho no Snapchat.

Falando por mim, amante da fotografia e da arte eu utilizo todos os dias a minha conta no Instagram, principalmente, para divulgar meu trabalho. Todavia, confesso que no início foi complicado. Queria acompanhar todas as fotografias. Sigo muita gente, na maioria, fotógrafos. Gosto de acompanhar a arte e de ver o que vem de novidade. Porém, parei para pensar quando notei que ficava mais de uma hora vendo fotografias. Claro, como trabalho com isso acabo vendo mais fotografias no dia a dia. Contudo, quando estava em casa era só para minha casa que eu me dedicaria. Minha família em primeiro lugar. E com esse pensamento hoje me sinto livre de ficar no Insta. Também não uso apps de música dentro do ônibus, trânsito e andando pelas ruas. Gosto de estar atenta a tudo que me rodeia. Até mesmo os livros eu deixo na bolsa quando me desloco de um lugar para o outro.

Apps e web são essenciais e imprescindíveis. Entretanto, você vale muito mais que os bilhões que o Facebook arrecada. Você e sua vida em primeiro lugar. Depois vem o trabalho, e por fim, as redes sociais.

A década de 90 e seu legada fashion

Oi,

Alguém nasceu na década de 90?

Eu sou uma delas! Bom, então já dá para adiantar que algumas modinhas da época eu usei. Por isso quis blogar com vocês para porque algumas tendências estão de volta. Um exemplo? As tatuagens temporárias, sabem aquelas que ficam brilhando e que são febre em baladas? Pois bem, essa mesma!

Vamos as tendências! Em 1990 o luxo, as peças preciosas eram o destaque. Por isso o brilho dourado glamuroso das tatuagens. O barroco e renascentista também é são características do tempo de Patricinhas de Berverly Hills, com aqueles casaquetes super charmosos e com muita cor? É mas já na segunda metade as cores foram sendo deixadas de lado, entrava aí o lado mais clean dos anos 90. Comprimento era livre, mas a assimetria, transparência e clássicos reinaram.  A minisaia com cintões, as calças de cintura baixa começaram a ganhar visibilidade, as sandálias de alças finas. Ah… e as sandálias de Birkenstock? Lembram? Bom, elas estão de volta passeando nos pezinhos por aí.

E a moda de usar tênis esportivo com um look mais sério?

Vejam esse é um atual…

https://i1.wp.com/www.oqusar.com/wp-content/uploads/2014/09/516606399209d3350117bb53dd650a5d07c85618.jpg

Agora, quero mostrar um dos anos 90…

A famosa gargantilha tatuagem, que para variar também está de volta, agora com uma pegada grunge.

Gente, tem muitas e muitas tendências. Aqui eu citei e relembrei de algumas que estão de volta agora em 2015. Mas vale lembrar dos cabelos coloridos (hj tbm tem), dos piercings, top cropped e por aí vai.

O mais legal dessa retomada de estilo é que mesmo passando 20 anos, as pessoas ligadas em moda buscam reviver o que marcou no  passado . E pode ter certeza que quem viveu nessa época deve estar adorando. hehe 😀

E aí curtiu?

Imagem

Famosos meme de 1990.

Imagens: Web.

Beijim!

Meu novo ofício

Hehe, agora dei de fazer esses murais para a time line de quem adora as redes sociais. Colocando meus desenhos e meus escritos, gostei bastante da ideia quando vi algumas fan pages fazendo e se dando super bem. Adoro compor músicas, poemas e afins literários, então pensei, Oras por que não fazer???

Aqui no blog eu já postei alguns, mas hoje é oficial hein, e se vocês meus amigos e amigas gostarem podem baixar e/ou salvar, todavia só peço que na hora de publica-los que coloquem o nome do Camporeja ou o link do blog amigos 😉 .

Valeu pela atenção de todos e vamo que vamo… hihi.

                          Imagem

 

                          Imagem

 

                          Imagem

                         Imagem

 

Esses são alguns… Meninas e meninos se vcs gostarem e querem ver mais por aqui comentem ou vem conversar comigo pelo @fabiadycastro (twitter).

Beijim e Linda semana!!!

*-*

 

 

Meu calendário para 2014

Bom, já começou o ano e eu ainda não tenho um calendário, melhor, não tinha! hehe. Agora tenho graças ao site http://www.theinknest.com/ que disponibiliza um calendário super fofo para baixar e imprimir. De graça não é fantástico, assim que vi me apaixonei, principalmente pela bela ilustração. E é muito fácil para você poder baixar, é só ter uma conta no Twitter ou no Facebook pra poder compartilhar com um post. Não é fácil???

Eu amei e já imprimi o meu!!! E realmente já estava precisando de um, ultimamente ando muito atarefada, não só na faculdade, mas no trabalho mesmo. Separei algumas fotos para vocês poderem ver bem.

 

                     Imagem

 

Esse aqui com certeza já estou usando muitoo. hihih…

                             Imagem

 

Aqui é um resuminho de todos.

Lindos não é?

❤ Beijim!